Urso Panda

Urso Panda

Urso panda-gigante



O panda-gigante (nome científico: Ailuropoda melanoleuca, do grego: ailuros, gato + poda, pés; e melano, preto + leukos, branco) é um mamífero omnívoro da família Ursidae endêmico da República Popular da China. O focinho curto lembrando um urso de pelúcia, a pelagem preta e branca característica e o jeito pacífico e bonachão o tornam um dos animais mais queridos pela humanidade. Extremamente dócil e tímido, dificilmente ataca o homem, a não ser quando extremamente irritado.

O panda se tornou conhecido pelo Ocidente em 1869, quando um caçador trouxe uma pele ao missionário jesuíta francês Armand David. Em 1936, Ruth Harkness trouxe para os Estados Unidos um filhote de panda, dando início à paixão ocidental pelo animal. De 1936 a 1946, 14 pandas foram retirados da China por estrangeiros. Em 1946, os chineses proibiram esta atividade. A partir de 1957, a China passou a distribuir pandas como um ato de boa-vontade, hábito que mantém até hoje.


Classificação científica

Reino: Animalia
Filo: Chordata
Classe: Mammalia
Ordem: Carnivora
Família: Ursidae
Género: Ailuropoda
Espécie: A. melanoleuca
Nome binomial: Ailuropoda melanoleuca (David, 1869)

Características

Altura: 65 - 70 cm
Comprimento: 120 - 150 cm
Cauda: 13 cm
Peso: 75 - 160 kg
Peso de filhote: 150 g a 200 g
Tamanho de ninhada: 1 - 2
Gestação: 97 - 163 dias
Desmame: 8 - 9 meses
Maturidade sexual: 5,5 - 6,5 anos (machos)
Longevidade: 34 anos (em cativeiro)

Urso Panda

Panda, nome comum se aplica a duas espécies: o panda-pequeno, também chamado panda-vermelho, e o urso-panda-gigante. O panda-menor é de tamanho semelhante ao de um gato grande. Tem a pelagem castanho-avermelhada, com a parte frontal das orelhas, as faces e o focinho brancos. A cauda é longa e exibe um desenho de listras vermelhas e amarelas.

Saiba mais, acesse:
PANDA VERMELHO

Foto: A/D - Arquivo OpenBrasil.org
Urso Panda - OpenBrasil.org
Próxima página